Supervisão

“Embora se saiba que o movimento inconsciente nunca cessa, e que não há procedimento capaz de revelar, por completo, aquilo que determina a tônica da relação do sujeito com o mundo, a prática da supervisão tem sido reconhecida como um dos alicerces capazes de complementar o suporte que a análise pessoal fornece ao trabalho do analista” (GARRAFA, 2006, p. 83).

A supervisão é fundamental para o desenvolvimento dos jovens psicoterapeutas, pois o supervisor, valendo-se de sua experiência como professor, supervisor e psicoterapeuta, provê subsídios para que o jovem psicólogo possa integrar o teórico, o técnico e o experiencial, e assim aprimore a prática clínica.

O aprendizado acontece gradativamente através de discussões de casos clínicos, Feedback sobre o desempenho técnico e pessoal dos supervisionandos, pela exploração de novas hipóteses de significado dos conteúdos das sessões apresentadas, e do treino de competências para atuação em avaliação psicológica e psicoterapia.

As supervisões podem ser em grupo ou individual e o investimento será analisado de acordo com a demanda do supervisionando ou do grupo de supervisionandos.

Supervisões semanais em Psicologia Clínica (Winnicottiana), Psicologia Hospitalar e Avaliação Psicológica.

Anúncios